23 de junho de 2017

Técnica :: Sequência de Arpejos


Boa Tarde! Ilustríssimos amigos deste blog! (estou formal não!? Animação da sexta feira! rss)

Chegando na área com um novo exercício! Eu sempre vou frisar que a melhor maneira de estudar guitarra é tocando guitarra.... Afirmação que pode ser resumida em um único item! IMPROVISAÇÃO!

Pela manhã... enquanto aquecia e esperava por um aluno... Eis que surge a seguinte ideia!

21 de junho de 2017

Os 5 Conceitos :: Minha banda é nova! E agora!?


Meus caros amigos! Como vão vocês!?

Quem aqui já teve, tem ou está pensando em montar uma banda!? Pois bem... Quem já teve experiências com bandas sabe da dificuldade de conciliar horários, ensaios, agendas... Enfim... As vezes outros compromissos e propósitos dos integrantes acabam atrapalhando o desenvolvimento da banda, fortalecendo o famoso índice de que a maioria das bandas não cruzam as portas do estúdio para os palcos!

Pensando nisso que.. Organizei esse artigo em nossos famosos "cinco conceitos" para auxiliar vocês em termos de mercado, conceitos financeiros e administrativos e também no quesito organização a não perderem tempo e conseguirem prosperar de acordo com objetivo do conjunto.

20 de junho de 2017

Técnica :: Usando a Escala Hexafônica em B


Salve Moçada!!!! Mais um estudo bem legal para vocês!

Esse estudo é interessante para a galera que curte trabalhar beeeeem a palhetada alternada! Rsss.. Um padrão usando quatro notas na digitação em séptinas! Digo eu que o padrão e o desenho da escala favorece esse tipo de treino!

Técnica :: Lick em Sol Maior Arpejo com Tapping (Escala Diatônica)


Salve! Salve!! Meus queridos amigos!!

Mais um post pra vocês!!! Iniciando o dia (na verdade não tão iniciando assim! Rssss..) Os alunos ultimamente andam me obrigando a estudar  ! rsss... Enfim.... Estou sempre na ativa com a guitarra na mão procurando melhorar a cada dia! Então sempre crio coisas novas!!! Estou com uma série de alunos estudando arpejos, natural que coisas novas apareçam!

19 de junho de 2017

Papo no Backstage :: Composição e o Processo Criativo na Música


Salve Moçada!!! Tirando as poeiras desse blog! Rss!!! Às vezes demoro... Mas estou sempre na ativa postando algo novo! Gosto de utilizar meu tempo livre fazendo algo interessante! Escrevendo no blog por exemplo! Eu estava pensando em algum tema legal! Por indicação de um dos meus alunos estava assistindo um vídeo onde o Steve Vai disseca sobre as composições de um de seus aclamados discos! E achei interessante e até mesmo bem simples a maneira que ele aborda o assunto!

Resolvi escrever sobre e expôr minha opinião e falar um pouco sobre tais fatores sempre muito peculiares no mundo da música!

Dicas Rápidas :: E aí! Qual escala usar!?


Uma dúvida muito comum nas conversas de guitarristas não!? Qual escala o guitarrista X usou? Quais escalas você usa nas improvisações!? Aquela sonoridade, aquele "tempero".

Enfim... Qual segredo disso tudo!?

6 de junho de 2017

Vamos Ajudar o Willian Lee!!


Salve! Salve! Moçada!!!

Eu definitivamente gostaria de estar falando de um outros assuntos, porém temos aqui um post necessário!

Enfim... A vida não é só feita de coisas boas! E temos um amigo precisando de ajuda!!!

Imagino que uma ou outra vez no youtube vocês já devem ter se deparado com algum vídeo do incrível Willian Lee fazendo um arraso com sua guitarra nas ruas de São Paulo!

Técnica :: Escala Hexafônica (Padrão em duas cordas)


Salve! Salve!! Moçada!!!

Seguindo com mais alguns posts para vocês!!!! Agora um padrão na escala hexafônica! Antes de mais nada importante lembrar que a Hexafônica é uma escala simétrica (distância fixa de intervalos!) No caso temos uma escala onde seu deslocamento intervalar sempre ocorre de tom em tom!

Da seguinte forma:

G          A          B          C#          D#          E#          
                                \/          \/           \/            \/             \/
                             1tom    1tom     1tom      1tom       1tom            (Exemplo em G)


Importante dizer também que a hexafônica faz parte do grupo das escalas simétricas, escalas que possuem deslocamento fixo de intervalos, tais como a diminuta, dom-dim e aumentada!

Logo são escalas que um único corpo intervalar pode abranger mais de um tom! No caso das hexafônicas teremos apenas conjuntos intervalares (corpo de notas)... Onde o próprio tom irá corresponder a cada nota da escala! 
                                            
Nisso a aplicação da escala se torna muito mais ampla e nem por isso mais facilitada! A possibilidade de ter um único shape de escala sendo aplicável para vários tons pode gerar algumas confusões!

Por fim acaba sendo melhor pensar em caminhos e padrões através dessas escalas do que apenas shapes!

Elaborei esse padrão pensando no formato simétrico que podemos gerar ao trabalhar com duas cordas, isso facilita a visualização e amplia as possibilidades de aplicação!